Relação conjugal

Rompendo o relacionamento com a família da esposa Formas e consequências da desconexão com a família do marido

Ódio e Rompendo relacionamento com a família do cônjuge É um dos problemas mais comuns que surgem entre os casais. Às vezes, romper o relacionamento com a família do cônjuge é a última maneira que os casais recorrem para manter a vida juntos. Embora a desconexão possa significar o fim de reuniões desconfortáveis ​​para você, mas se você lidar com essa questão, perceberá que a influência da família de seu cônjuge não desaparecerá dessa maneira, mas permanecerá em sua vida de maneira oculta. Os conselheiros familiares geralmente recomendam que você administre a situação de maneira positiva, em vez de terminar o relacionamento. Mas às vezes é inevitável e você tem que se desconectar. Em tal situação, é melhor prestar atenção a alguns princípios em seu comportamento. Caso contrário, sua vida juntos sofrerá sérias crises.

Rompendo relacionamento com a família do cônjuge

O término do relacionamento com a família do seu cônjuge pode acontecer por vários motivos, por exemplo, a família da outra parte pode interferir demais em sua vida ou provocar seu cônjuge contra você. Embora a desconexão seja a primeira solução que vem à mente em tal situação, você deve ter em mente que a desconexão pode ser agradável para você, mas significa apenas apagar o problema.

As diferenças entre você e a família de seu cônjuge permanecerão e lançarão uma sombra em sua vida até que você tome uma decisão séria para resolvê-las. Por outro lado, sua esposa pode resistir à sua decisão ou até mesmo retaliar por causa de seu apego à família. É melhor procurar ajuda de um conselheiro familiar antes de tomar uma decisão séria sobre romper com a família de seu cônjuge e evitar ao máximo tomar decisões emocionais. Clique para saber como determinar os limites do relacionamento com a família do cônjuge.

Razões para odiar e romper o relacionamento com a família do cônjuge

Desacordo e desconexão com a família do cônjuge acontece por vários motivos. Cada pessoa tem seu próprio motivo, mas, em geral, os motivos mais comuns são os seguintes:

1. Insulto e abuso

O comportamento inadequado é o principal motivo que causa hostilidade e ódio nas relações sociais. O mau comportamento da família com a noiva ou o noivo pode ser uma razão para a relutância de uma pessoa em continuar o relacionamento. Mau comportamento e agressão, além do fato de poder ser criado abertamente nos relacionamentos, mas na maioria das vezes, se mostra na forma de provocar ou menosprezar uma pessoa nas relações sociais.

ler  Teste de metadona Como testar negativo para metadona

2. Interferência excessiva

Um dos tópicos que podem levar ao ódio e ao rompimento do relacionamento com a família do cônjuge é a interferência excessiva deles. Em uma situação em que a interferência da família afeta a independência da vida do casal e as famílias impõem sua opinião sobre eles, mais cedo ou mais tarde você ou seu cônjuge se cansam dessa questão e protestam contra ela. Se você enfrentou tal problema com a família de sua esposa, é melhor conversar com sua esposa sobre isso ou dizer diretamente à família dela que você prefere tomar suas próprias decisões sobre sua vida. Se você sentir que está tendo dificuldades nessa área, peça a um conselheiro para ensiná-lo sobre comportamento assertivo ou a capacidade de dizer não.

3. Egoísmo

O egoísmo de algumas famílias em relação ao casamento dos filhos mostra-se na forma como esperam que os filhos e os noivos passem com eles todo o seu tempo livre e diversos assuntos da sua vida. Isso pode fazer com que o novo membro sinta que ele e sua família estão sendo negligenciados, e isso pode levar a uma perda do desejo de se conectar com a família do cônjuge. Clique aqui para obter informações sobre disputas familiares.

4. Mal-entendidos

O ódio e o rompimento do relacionamento com a família do cônjuge podem às vezes ser causados ​​por mal-entendidos. Às vezes, as ideias negativas que uma pessoa tem sobre a família e o casamento de sua esposa o fazem relacionar muitos problemas com a família da outra parte sem motivo. Os mal-entendidos são geralmente mais comuns no início de qualquer relacionamento. Com o tempo, você pode chegar à conclusão de que as pessoas que você considera ruins ou não amáveis ​​são, na verdade, pessoas positivas em sua vida.

Consequências do ódio e do rompimento do relacionamento com a família do cônjuge

Cortar a comunicação com a família e parentes do cônjuge tem consequências, algumas das quais são as seguintes:

1. Desconforto do cônjuge

Embora você e a família de seu cônjuge não consigam ter um bom relacionamento um com o outro e até tenham uma visão negativa de seu caráter, você ainda deve prestar atenção ao fato de que seu cônjuge está interessado em sua família como qualquer outra pessoa e você está falando mal deles. Ou mesmo a desconexão não vai aceitar. Mesmo que ele aparentemente aceite essa questão e lhe dê o direito, ele pode imaginar em sua mente que você não estava pronto para perdoá-lo por causa dele, e isso pode afetar a qualidade de sua conexão emocional.

2. Opondo-se ao cônjuge

O ódio e o rompimento do relacionamento com a família de seu cônjuge às vezes fazem com que ele comece a revidar ou a ser teimoso com você. Por exemplo, ele também pode cortar seu relacionamento com sua família ou se comportar mal com eles. Além de afetar sua qualidade de vida, esses problemas também farão com que sua família se envolva nesses problemas e vivencie condições desfavoráveis.

ler  Efeitos da maconha ou flores Os efeitos da maconha no cérebro e no corpo

3. Indecisão das crianças

A família de seu cônjuge, a família de seus filhos e parentes também são considerados. Sua desconexão pode deixar seus filhos em uma encruzilhada. Esse problema se torna especialmente sério se você os encoraja a se comportar mal com a família do cônjuge, e isso faz com que seu filho seja privado de ter uma família e parentes coesos.

Ódio e corte de relações com a família da esposa O que você deve observar

É melhor pedir ajuda a um conselheiro familiar para resolver os problemas antes de decidir cortar o relacionamento com a família de seu cônjuge. Os conselheiros irão ajudá-lo a resolver seus problemas de uma forma mais compatível, ou em situações em que não há outra maneira a não ser cortar a comunicação, eles lhe ensinarão dicas sobre como gerenciar a nova situação, o que pode reduzir as diferenças entre você e sua esposa é influente. A seguir, mencionaremos algumas dessas questões.

1. Não se preocupe

Tente limitar ao máximo as diferenças entre você e a família de seu cônjuge. A ideia de que porque você não tem um bom relacionamento com a família de seu cônjuge, seu cônjuge ou filhos devem ficar do seu lado e cortar o relacionamento deles não é uma crença correta e só aumentará os aborrecimentos. Romper com a família do seu cônjuge causará mais danos aos seus filhos.

2. Não calunie

Se por algum motivo você decidiu cortar seu relacionamento com a família de seu cônjuge, esqueça-os. Caluniar, julgar o comportamento deles ou tentar entender o que pensam sobre você só afetará sua condição mental e a qualidade do seu relacionamento com seu cônjuge. Uma das coisas que você deve lembrar é que, se sua esposa tiver um desentendimento com a família, nunca tente deixá-la saber que você já a avisou sobre o caráter das pessoas ao seu redor. Embora esses tipos de comportamento mudem a situação a seu favor no curto prazo, eles permanecerão como pontos escuros na mente de sua esposa. Recomenda-se a leitura do artigo sobre as consequências de brigar com a família da esposa.

3. Leve o conselho da família a sério

Romper com a família de seu cônjuge não resolverá seus problemas, mas apenas os removerá do estado direto e visível. Obter ajuda de conselheiros familiares pode ajudá-lo a escolher uma solução mais adequada, como foi dito. Por exemplo, em alguns casos, seu cônjuge precisa aprender algumas dicas relacionadas a apoiá-lo ou ser independente de sua família. Em algumas situações, o terapeuta reconhece que você deve jogar fora alguns pensamentos errados, como a ideia de que todos ao seu redor devem estar sempre felizes com você. Além disso, os conselheiros podem ajudá-lo a entender melhor sua situação e lidar com sua desconexão de sua família conversando com seu cônjuge. Clique para obter informações sobre aconselhamento familiar.

Prevenção de ódio e rompimento de relacionamento com a família do cônjuge

Para evitar disputas e problemas com a família do seu cônjuge, existem soluções da seguinte forma:

1. Conformidade com os limites

Uma das questões mais importantes que levam ao ódio ou ao rompimento do relacionamento com a família do cônjuge é que mulheres ou homens não respeitam adequadamente os limites de comunicação com a família do cônjuge. Intimidade excessiva ou desatenção à família de seu cônjuge são questões que podem causar problemas em sua vida. Obter ajuda do aconselhamento pré-nupcial fornecerá a você um treinamento útil neste campo.

ler  Tadalafil comprimidos Como usar e quais são os efeitos colaterais do tadalafil 5, 10, 20 comprimidos?

2. Obtenha ajuda de seu cônjuge

Se você sentir que algo da família de seu cônjuge o perturbou, é melhor discutir isso em particular com seu cônjuge antes de romper o relacionamento com a família de seu cônjuge. Ao conversar com seu cônjuge, use expressões como (eu acho…) ou (eu acho…) tanto quanto possível, e evite acusar os outros e peça ao seu cônjuge para ajudá-lo a resolver esse problema.

3. Expresse sua frustração

Não reagir aos tópicos que o incomodam significa para os outros que você não está chateado por suas palavras ou comportamento e eles podem repetir esse comportamento. Como resultado, se você está chateado com alguma coisa, é melhor mostrar sua chateação. Converse com seu cônjuge ou com a família dele sobre sua frustração para chegar a uma solução lógica. Embora seja melhor compartilhar seu desconforto com seu cônjuge e pedir que ele converse com a família dele, isso não significa que você não deva reagir à situação que o incomoda. Clique para saber mais sobre maneiras de resolver disputas familiares.

Ódio e corte de relações com a família da esposa O dilema da esposa e da família

Uma das situações mais estressantes na vida de uma pessoa é quando sua esposa e família têm problemas um com o outro. Nesta situação, você sente que está em uma encruzilhada e não pode tomar um lado. Quando você enfrentar tal situação, converse com seu cônjuge e familiares e explique a cada um deles que você está interessado em ambas as partes e não quer perdê-los.

Tente entender desde o início que as diferenças deles não afetarão seu relacionamento com sua família ou seu cônjuge. Em tal situação, obter ajuda de conselheiros familiares pode ser muito útil. Os conselheiros podem ajudar a resolver disputas existentes criando sessões de aconselhamento em grupo.

Para receber conselhos sobre como terminar com a família de seu cônjuge, você pode entrar em contato com os principais especialistas do Centro de Aconselhamento Psicológico Mendan Nou pelo telefone 02191002360 a qualquer hora do dia para aconselhamento familiar.

Perguntas frequentes

É errado cortar os laços com a família do seu cônjuge?

Desconectar-se da família de seu cônjuge terá muitas consequências negativas, inclusive prejudicar a qualidade do relacionamento emocional entre você e seu cônjuge. Portanto, é melhor resolver seus problemas de maneira mais saudável.

Como faço para manter contato com a família da minha esposa depois de perder o contato com ela?

Não o faça escolher entre você e a família dele. Além disso, evite ao máximo falar mal ou apontar os erros da família de sua esposa na frente dele.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo