Relação conjugal

Quando o novo casamento é bom? Conhecendo os problemas do segundo casamento

O novo casamento é um dos tópicos que podem ser estressantes para qualquer pessoa. Muitas mulheres ou homens que se separaram de seus cônjuges geralmente têm dificuldade em decidir se casar novamente por causa das preocupações que têm sobre fracassar novamente. Além da relutância em experimentar um novo fracasso, questões como ter um filho de um casamento anterior podem causar problemas para uma pessoa. Além disso, muitas mulheres ou homens que perderam o cônjuge consideram o novo casamento como uma traição ao ex-cônjuge e, portanto, decidem nunca se casar novamente. Embora o casamento e o estabelecimento de relacionamentos afetivos em qualquer idade e em qualquer condição seja um dos direitos naturais de todo ser humano, negligenciar a adequação de um segundo casamento pode trazer muitas consequências para uma pessoa. Falaremos mais sobre este assunto.

novo casamento

O novo casamento é um dos tipos de casamento e é um grande e preocupante desafio para muitas pessoas que se separaram do cônjuge ou o perderam. Experimentar um fracasso ou amargura novamente pode estar além da força de muitos de nós e pode nos trazer muitos danos. Por esse motivo, às vezes uma pessoa chega à conclusão de que é melhor esquecer esse assunto em geral, mas a necessidade de ter um parceiro emocional é uma das principais necessidades de todo ser humano, e ignorá-lo pode causar muitos problemas mentais . Por esse motivo, é melhor dar a si mesmo a chance de se casar novamente se tiver encontrado um parceiro adequado para continuar sua vida.

O momento certo para casar novamente

Uma das questões mais importantes que surgem no campo do novo casamento é quanto tempo após a separação do cônjuge não se deve iniciar um novo relacionamento? A resposta a essa pergunta depende de várias questões, como a qualidade da relação emocional entre você e a outra parte, e um tempo específico não pode ser considerado para isso. No entanto, quando você sentir que sua mente e suas emoções não estão mais envolvidas com sua ex-esposa ou com a vida e você conseguiu lidar com o fim desse relacionamento, pode pensar em se casar novamente. Observe que o envolvimento mental e emocional com a vida anterior não significa apenas interesse e pertencimento ao cônjuge ou à vida anterior. Mesmo que você sinta raiva ou ódio em relação ao seu cônjuge, ou se sinta desconfortável ao rever memórias passadas, isso significa que o momento certo para o seu casamento ainda não chegou. Clique para saber o melhor momento para se casar após a morte de seu cônjuge.

ler  Silêncio contra a traição Examinando a correção e os caminhos alternativos com o silêncio diante da traição

Recasamento Sucesso no casamento

Para ter sucesso em seu novo casamento, você deve se atentar a alguns pontos. Tente evitar ao máximo tomar decisões emocionais neste assunto e tome uma decisão depois de pesar todos os aspectos. A seguir, discutiremos juntos algumas das questões às quais você deve prestar atenção.

autoconhecimento

O primeiro passo para um relacionamento bem-sucedido é conhecer a si mesmo com todos os seus pontos fortes e fracos. Você tem a experiência de um casamento em sua vida e essa experiência definitivamente pode ajudá-lo a ter um conhecimento mais preciso de si mesmo. Se você se separou de seu cônjuge, verifique os motivos de sua separação de forma justa e identifique seus pontos fracos. Da mesma forma, se você perdeu seu cônjuge, responda a essa pergunta revisando as diferenças que ocorreram entre você ou os problemas que poderiam ter sido melhores em sua vida. Antes de se casar novamente, tente aumentar seu conhecimento de si mesmo e o que você precisa mudar e planejar para eles.

Clique para mais informações.

Esqueça o passado

Comparar sua vida anterior com todas as situações que você tem para recasar ou tentar fugir de situações semelhantes à situação anterior estão entre os tópicos que mostram que você não está pronto para começar uma nova vida. Além disso, algumas pessoas que experimentaram problemas como infidelidade em suas vidas passadas se preocuparão constantemente com esse problema acontecendo novamente em suas vidas. Se você já enfrentou esses problemas, é melhor procurar ajuda de um psicólogo para se livrar de experiências e sentimentos passados ​​e não procurar um novo casamento até que esse problema seja resolvido.

Aconselhamento pré-matrimonial

Quando você decide se casar novamente, é melhor prestar muita atenção ao aconselhamento pré-nupcial. Aconselhamento pré-nupcial para pessoas que decidem se casar novamente, além de verificar a compatibilidade entre você e a outra parte, também fornece as informações necessárias sobre os desafios que você enfrentará na vida e soluções para resolver essa situação. ele faz. Por exemplo, seu parceiro pode estar constantemente preocupado com o fato de você terminar o relacionamento com ele, como fez no relacionamento anterior. Todas essas questões e como lidar com elas estão entre as questões que são discutidas nas sessões de aconselhamento.

Clique para saber mais sobre o processo de obter aconselhamento matrimonial.

ler  Transtorno de personalidade múltipla Sintomas e causas do transtorno dissociativo de identidade

A família da outra parte

Como uma pessoa que teve a experiência de morar junto, você provavelmente já percebeu que, além de seu cônjuge, a família dele também terá um papel importante no sucesso de sua vida a dois. Portanto, se você deseja ter sucesso no novo casamento, é melhor prestar bastante atenção à família de seu cônjuge. Se a família dele não estiver satisfeita com seu casamento com o filho por qualquer motivo, não se case antes de obter seu consentimento.

Habilidades de convivência

O sucesso em uma vida conjunta requer o aprendizado de vários princípios, incluindo a capacidade de conversar com seu cônjuge, expressar afeto ou até mesmo fazer sexo. É melhor tentar fortalecer essas habilidades para ter sucesso em sua vida juntos.

Recasamento Um equívoco

Algumas mulheres ou homens decidem se casar imediatamente após a separação com a intenção de impressionar a outra parte. Além disso, a motivação de muitas mulheres que pensam em se casar novamente após a separação ou a morte de seus maridos é conseguir apoio financeiro ou sair da casa paterna por qualquer motivo. Às vezes, após o divórcio, para se livrar de problemas imprevistos e sem investigar a causa, as pessoas podem se casar com um homem divorciado ou uma mulher divorciada.

Todas essas ideias podem fazer sua vida juntos falhar novamente. Antes de decidir se casar novamente, responda à pergunta por que você quer se casar com a pessoa que deseja? Se em resposta a esta pergunta houver outro motivo além do interesse pela outra parte e o desejo de morar com ela, é melhor reconsiderar sua decisão e usar outros métodos para problemas como apoio financeiro ou conquista de independência. Clique para obter mais informações sobre como se casar com uma mulher divorciada e se casar com um homem divorciado.

Deveres dos filhos no novo casamento

Se você tem filhos de seu casamento anterior, é melhor prestar bastante atenção a esse assunto antes de se casar novamente. Se seu filho mora com você, é melhor preparar suas condições mentais para morar com sua esposa e obter seu consentimento para isso. Caso contrário, você enfrentará dificuldades durante a vida a dois, o que pode afetar a qualidade da comunicação entre você e seu cônjuge. Geralmente, é recomendável procurar a ajuda de um psicólogo infantil em uma situação em que uma mudança séria acontecerá na vida da criança para evitar danos à saúde mental do seu filho.

Em uma situação em que seu filho não mora com você e você tem permissão para vê-lo em determinados dias da semana, ou, por outro lado, sua esposa vem buscar seu filho em alguns dias da semana, é melhor para falar sobre isso com a outra parte. Em alguns casos, tem-se visto que a visita da ex-mulher para ver os filhos pode causar problemas no recasamento das partes. Clique aqui para saber mais sobre como se casar com sua ex-esposa e dar a ela outra chance.

ler  Intimidade conjugal Aumentar a intimidade conjugal nos primeiros dias

Recasamento Retorno à vida anterior

O novo casamento após a separação às vezes pode ser um retorno à vida anterior. Em muitos casos, especialmente quando as partes têm um filho do primeiro casamento, eles decidem morar juntos novamente depois de um tempo. Em tal situação, para evitar o retorno às diferenças anteriores, é melhor rever a situação passada consigo mesmo e responder à pergunta: quais foram as razões do fracasso de sua vida? Esses problemas estão resolvidos agora? Se sua resposta a essas perguntas for positiva, você pode pensar em começar sua vida novamente.

No entanto, recomenda-se obter ajuda de psicólogos de família neste campo. Um dos problemas que geralmente surgem para as partes nesta situação é que algum comportamento do casal traz de volta lembranças do passado e os impede de se sentirem satisfeitos com suas vidas. Além disso, em situações em que ocorreram problemas como conflitos ou espancamentos entre as partes, a restauração de santidades e a remoção de aborrecimentos exigirão a ajuda de especialistas.

Para receber conselhos sobre casamento, você pode entrar em contato com os principais especialistas do Centro de Aconselhamento Psicológico Mendan Nou a qualquer hora do dia para aconselhamento matrimonial por telefone no 02191002360.

Perguntas frequentes

1. Quanto tempo após a separação uma pessoa pode se casar novamente?

Um tempo específico não pode ser dado para este problema. Quando você sente que não é dependente de sua vida passada em termos de condições mentais e emocionais, ou não está preocupado em repetir experiências passadas na vida, pode pensar em um novo casamento.

2. Quais pontos devem ser considerados para um novo casamento?

Em primeiro lugar, seja honesto consigo mesmo e use experiências de vidas passadas para conhecer seus pontos fortes e fracos. Também é melhor obter ajuda de aconselhamento pré-nupcial antes de decidir se casar. A compatibilidade da família da pessoa com você e suas condições familiares, bem como aprender habilidades efetivas de convivência, são questões às quais você deve prestar atenção.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo