Beleza

Colágeno beneficios: Para que sirve el colágeno en la cara?

Se você está interessado em usar produtos antienvelhecimento ou está procurando maneiras de cuidar e rejuvenescer sua pele, provavelmente conhece o termo.

O que é colágeno?

O colágeno, derivado da palavra grega cola, é uma proteína dura, insolúvel e fibrosa que é uma das proteínas mais abundantes do corpo, constituindo cerca de um terço de sua proteína total.

O colágeno é um dos blocos de construção mais importantes da pele, ossos e dentes, músculos, tendões e ligamentos. Na verdade, o colágeno é como uma cola que mantém os diferentes tecidos do corpo juntos. Uma característica especial dessa proteína é sua propriedade de reabsorção, o que significa que ela é convertida em componentes menores, deformados e reabsorvidos pelo organismo. Esta característica especial torna esta proteína adequada para uso em uma variedade de tratamentos médicos.

Existem pelo menos dezesseis categorias de proteínas de colágeno no corpo, três a cinco dos quais são importantes. Por exemplo, há colágeno tipo 1 nas camadas da pele que as fortalece. Além disso, o colágeno dá elasticidade à pele e previne o ressecamento e as rugas, retendo a água no tecido da pele.

Colágeno beneficios

Essa proteína na derme ou camada intermediária da pele ajuda a formar uma rede fibrosa de células chamadas fibroblastos, onde novas células crescem. Esta ação rejuvenesce a pele. O colágeno também está envolvido na substituição e reparo de células mortas da pele.

Todinhos os (categorias) de colágeno são feitos primeiro na forma de pro colágeno. Desta forma, os dois aminoácidos prolina e glicina são combinados com a ajuda da vitamina C para formar o pro colágeno. Assim, o corpo produz colágeno naturalmente, e podemos ajudar o corpo a produzir essa importante proteína, obtendo a quantidade certa de nutrientes.

Alimentos que são essenciais para a produção de colágeno:

  • Claras de ovos, gérmen de trigo, laticínios, repolho, aspargos e cogumelos contêm o aminoácido prolina.
  • A glicina e a gelatina da pele de frango são ricas fontes do aminoácido glicina.
  • Cobre O cobre, que está envolvido na ativação da enzima de reação produtora de colágeno, é encontrado em sementes de gergelim, cacau em pó e lentilhas.
  • Vitamina C Vitamina C, que é encontrada em uma variedade de frutas cítricas e vegetais, juntamente com o ácido hialurônico é uma substância essencial para a produção de colágeno no corpo.

Além disso, consumir proteínas de qualidade que contêm aminoácidos essenciais encontrados em carnes vermelhas, aves, frutos do mar, laticínios e legumes também são importantes na produção de colágeno.

Agora que entendemos a importância do colágeno no corpo e seu importante papel na manutenção e rejuvenescimento da pele, é melhor saber quais fatores reduzem o colágeno da pele.

Fatores envolvidos na redução ou eliminação do colágeno da pele:

  • Envelhecimento Quanto mais velho o corpo, menos colágeno produz e menor a qualidade, o que reduz a firmeza e elasticidade da pele. A velocidade desse processo também depende da genética do indivíduo.
  • Fatores ambientais, como exposição aos raios UV e ar poluído, aumentam a taxa de envelhecimento da pele.
  • Dieta inadequada O consumo excessivo de açúcar e carboidratos refinados, como farinha branca, reduz o colágeno do corpo, pois interfere na capacidade do colágeno de se reparar.
  • Estilo de vida inadequado, por exemplo, fumar, atrasa a cicatrização de feridas na pele e é uma das causas das rugas.
ler  Por que seu tom é importante ao comprar autobronzeador

Todos esses fatores também aumentam a taxa de degradação do colágeno, formando radicais livres. Claro, alguns distúrbios autoimunes, como o lúpus, também reduzem o colágeno do corpo.

Quais são as fontes alimentares de colágeno?

Ter uma pele fresca, saudável e jovem é o desejo de todos nós e alguns de nós não hesitam em usar muitos métodos para prevenir o envelhecimento da pele e as rugas. Aqui estão algumas maneiras de ajudar a construir e melhorar a qualidade do colágeno da pele.

Hoje em dia, o uso de suplementos alimentares tornou-se comum entre as pessoas e muitos preferem usar um tipo de suplemento em pílula ou pó em vez de consumir uma variedade de alimentos. Uma nutricionista diz que muitos alimentos contêm colágeno, uma forma acessível para os processos biológicos do corpo, e que o corpo pode usá-lo para produzir proteína imediatamente após o consumo.

Esse recurso torna o uso de alimentos com colágeno superior à ingestão de suplementos. Nesse sentido, um estudo sobre nutrição e envelhecimento em 2012 mostrou que o uso de frutas e vegetais é a forma mais segura e saudável de fortalecer e manter uma pele saudável.

Quais são as fontes alimentares de colágeno?

Sopa de osso

Um dos alimentos ricos em colágeno é o caldo ou caldo de osso. Como este alimento contém água intersticial extraída dos ossos, é uma rica fonte de colágeno, magnésio, fósforo, cálcio, aminoácidos e muitos outros nutrientes.

Gelatina

A gelatina é uma forma cozida de colágeno que é comumente obtida a partir de ossos de gado, ovelhas, galinhas e peixes. A gelatina contém 98 a 99% de proteína. Estudos mostraram que, embora o corpo seja capaz de produzir glicina, sua quantidade não é suficiente para diferentes necessidades e precisamos obter glicina suficiente de fontes nutricionais.

A gelatina é uma rica fonte desta substância. Existem várias formas de gelatina para consumir, como a decocção de osso ou caldo mencionada anteriormente, e geléias, pós e folhas de gelatina, todos tomados por via oral.

Os suplementos de gelatina são outra forma de gelatina que demonstrou afetar a saúde da pele e do cabelo.

Por exemplo, em um estudo, dois grupos de mulheres foram convidados a consumir 10 gramas de carne e 10 gramas de suplemento de colágeno de peixe por 8 semanas. Os resultados mostraram que o grupo que utilizou carne como fonte de colágeno adicionou cerca de 12% e o grupo que utilizou suplemento de colágeno de peixe adicionou cerca de 28% à umidade da pele.

Benefícios do consumo de colágeno e o efeito do colágeno na pele, cabelos e ossos

Em outro estudo, pessoas com alopecia (um tipo específico de queda de cabelo) foram tratadas com suplementos de gelatina por 50 semanas, e os resultados mostraram que o número de cabelos crescendo foi de 29% e o crescimento de massa capilar foi de 40%. .

Outro estudo que teve resultados semelhantes foi realizado em pessoas que consumiram 14 gramas de gelatina por dia e depois de um tempo 11% foi adicionado à espessura do cabelo.

Frango

Muitos suplementos de colágeno são feitos de caldo de galinha. Se você já desfiou frango, notou a correlação de sua textura. Esse recurso é devido à grande quantidade de colágeno nele. O pescoço e a cartilagem de frango têm sido citados em vários estudos como fonte de colágeno para o tratamento da osteoartrite.

ler  Máscara de morango: 16 propriedades da máscara facial de morango para beleza

Peixe

Como outros animais, os peixes têm ossos e ligamentos de colágeno. Embora a carne de peixe aumente nossa ingestão de colágeno, deve-se notar que partes do peixe, como a cabeça, contêm maiores e melhores quantidades de colágeno. A pele do peixe também contém peptídeos de colágeno.

clara de ovo

Embora os ovos, como muitos produtos de origem animal, não tenham tecido conjuntivo, as claras de ovo contêm grandes quantidades de prolina, um dos aminoácidos necessários para produzir colágeno.

Frutas cítricas e bagas

É claro que a vitamina C desempenha um papel importante na produção de proteína de colágeno. Portanto, obter o suficiente dessa vitamina na dieta é muito importante. Como sabemos, frutas cítricas como laranjas, toranjas e limões estão repletas desse nutriente que pode ser separado ou usado em saladas.

Embora raramente tenhamos ouvido falar que as bagas contêm vitamina C, o fato é que os morangos têm mais vitamina C do que as frutas cítricas. Framboesas, mirtilos e amoras, além da vitamina C, também contêm muitos antioxidantes que protegem a pele dos danos ambientais.

Alho

O alho não é apenas um bom aromatizante para alimentos, mas também contém fontes de enxofre. Este mineral ajuda a sintetizar o colágeno e evitar sua quebra. Claro, deve-se notar que, para se beneficiar desta propriedade especial do alho, é necessário consumi-lo continuamente e por muito tempo, o que será muito útil devido aos seus benefícios nutricionais únicos.

Vegetais folhosos e tomates

Legumes como espinafre, couve e beterraba, que obtêm sua cor verde da clorofila de suas folhas, segundo alguns novos estudos, além de suas propriedades antioxidantes, aumentam a produção de precursores de colágeno no organismo.

Outra fonte de vitamina C são os tomates, pois um tomate médio fornece cerca de 30% da vitamina C necessária para produzir colágeno no corpo.

Tipos de feijão

O feijão é uma rica fonte de proteína, com uma variedade de aminoácidos essenciais para a produção de colágeno. Esses grãos também contêm boas quantidades de cobre, que é necessário para produzir colágeno.

Amêndoas

Se você estiver interessado em comer nozes, certifique-se de adicionar castanha de caju aos seus lanches. Este nutriente contém muito cobre e zinco, que são usados ​​para produzir colágeno.

Pimentão

Todos os tipos de pimentão, especialmente os pimentões vermelhos, contêm uma substância anti-inflamatória chamada capsaicina, que previne o envelhecimento da pele devido ao envelhecimento.

Embora o consumo de alimentos frescos e vegetais seja sempre a primeira sugestão de todo médico, mas como mencionado anteriormente, os suplementos de colágeno em pó e em comprimidos também são fontes confiáveis ​​de colágeno. Tomar esses suplementos é uma maneira mais fácil que a maioria das pessoas aceita. Não há muitos estudos sobre os efeitos de tomar esses suplementos, mas estudos mostram que os suplementos de colágeno podem ajudar a melhorar a textura da pele e a massa muscular e reduzir a dor da osteoartrite. Seguem exemplos dessas pesquisas.

Um estudo descobriu que o colágeno retardou o processo de envelhecimento, prevenindo a pele seca e reduzindo as rugas. Neste estudo, as mulheres que tomaram suplementos contendo 2,5 a 2,5 gramas de colágeno por oito semanas tiveram uma pele mais flexível do que aquelas que não tomaram o suplemento, enquanto o segundo grupo teve a pele mais seca.

ler  Cirurgia plástica: Guia completo e conciso

Benefícios do consumo de colágeno e o efeito do colágeno na pele, cabelos e ossos

colágeno beneficios

A absorção desta proteína tem muitos benefícios, alguns dos quais mencionaremos a seguir. Todos esses benefícios são derivados de várias pesquisas e observação de resultados:

Saúde da pele

O colágeno pode melhorar a saúde da pele porque é um dos principais blocos de construção da pele. Esta substância tem um grande efeito na qualidade da textura da pele. Também aumenta a elasticidade e umidade da pele.

Prevenir o envelhecimento da pele

Com a idade, a quantidade de produção de colágeno no corpo diminui. Como resultado, a pele fica seca e as rugas aparecem. Com o tempo, é melhor incluir suplementos dessa proteína nas refeições. Estes suplementos retardam o processo de envelhecimento da pele. Ao tomar um suplemento contendo 2,5 a 5 gramas durante 8 semanas, a diferença é bastante visível.

Estimulação da produção de proteínas

O consumo de colágeno estimula a pele a produzir outras proteínas, como elastina e fibrilina, que melhoram a estrutura da pele. Em alguns casos, observou-se que esta substância previne a ocorrência de acne.

Ajuda as articulações e previne a osteoporose

O consumo de colágeno ajuda a aliviar a dor nas articulações. Esta proteína mantém a integridade da cartilagem. Quanto mais baixo o nível no corpo, maior o risco de distúrbios relacionados às articulações. Colágeno adequado no corpo atrasa a osteoporose. Tomar um suplemento contendo 10 gramas desta substância por dois anos acalma as articulações e alivia a dor. Os atletas também são aconselhados a consumir esta proteína.

colágeno

O efeito do colágeno no cabelo

Outra propriedade importante do colágeno é o seu efeito em ter um cabelo saudável e bonito, essa substância leva à produção de aminoácidos que fazem o cabelo. O cabelo é composto de proteína creatina. Os aminoácidos ajudam a produzir creatina e, finalmente, o colágeno produz aminoácidos. Em geral, o corpo mata qualquer proteína e a converte em um aminoácido para regenerar as proteínas de que precisa.

Prevenir danos aos folículos capilares

O colágeno previne danos e doenças que afetam os folículos capilares. Porque no papel de antioxidante, combate os radicais livres ao redor da pessoa e protege os folículos. A extensão do papel antioxidante desta substância no organismo é desconhecida, mas ainda tem tal aplicação. Um dos motivos que com o tempo o cabelo fica mais fino e não tem mais a força que tinha antes é a redução dessa proteína na superfície da pele (localização dos folículos). Portanto, ao reparar o couro cabeludo, a queda de cabelo também pára. Em alguns casos, observou-se que o aumento do colágeno retardou o processo de descoloração do cabelo, e isso se deve às suas propriedades antioxidantes.

Suplemento de colágeno

Nos últimos anos, o uso de suplementos de colágeno tornou-se popular. A maioria desses suplementos é hidrolisada; Isso significa que a molécula de colágeno é quebrada e absorvida pelo corpo se torna mais fácil. Além disso, os suplementos contêm uma variedade de alimentos, como o fluido da medula óssea, que pode aumentar os níveis de colágeno do corpo.

Quais alimentos têm colágeno?

O consumo de colágeno pode ser facilmente incluído em sua dieta. O tecido conjuntivo de todos os mamíferos é constituído por esta proteína, por isso não se esqueça de comer carne de vaca, frango e peixe. Sopa ou caldo contendo fluido ósseo é uma escolha muito boa para fornecer essa substância no corpo. A vitamina C ajuda o corpo a produzir colágeno normal.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo